Como vender os serviços de personal Trainer

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O desejo de ter um corpo em forma, com menos gorduras localizadas e mais definido vem ganhando muita força nos últimos tempos. É cada vez maior o número de pessoas que estão investindo na matrícula em academias de ginástica.

Uma vez matriculadas ali, os alunos tem a grande oportunidade de buscar um serviço diferente do experimentado pelos outros alunos: o de um personal trainer.

Dedicado exclusivamente a esse aluno, o personal trainer é capaz de oferecer uma experiência única, aumentando o resultado dos exercícios feitos na academia, potencializando a perda de peso e reduzindo também os riscos de lesões.

No entanto, apesar desse enorme campo de oportunidades, muitos profissionais de educação física que enveredam por esse caminho têm dúvidas sobre como abordar clientes e, sobretudo, como conquistar esse aluno.

Esse é o seu caso? Você está começando no segmento de personal trainer e ainda não sabe exatamente como elevar o número de alunos e, por consequência, seus ganhos?

Então esse texto é para você. Aqui vamos contar como vender os serviços de personal trainer e oferecer soluções de qualidade para seus atuais e futuros alunos. Confira.

Mostre que você é um profissional qualificado

Em geral, um aluno que se matricula em uma academia de ginástica não entra ali disposto a contratar um serviço de personal trainer. Os alunos estão ali, muitas vezes, apenas para frequentar as aulas ou usar os aparelhos da academia para acabar com o sedentarismo.

Para um personal trainer que está vendendo seus serviços, o contato inicial com esse futuro aluno é muito importante. Tanto que é a que merece maior atenção e empatia do profissional.

Isso porque é nesse momento que você vai conhecer seu futuro aluno. Na conversa é essencial entender essa pessoa, saber o que ela busca, quais suas necessidades e o que ela deseja ou prefere dessa aula mais intimista.

Aqui, embora o personal possa mostrar que é um profissional qualificado e domina tudo o que está tentando vender, é importante deixar o cliente falar. Deixe que a pessoa se expresse, diga o que quer, comente suas necessidades sem pressa ou amarras.

Mostre que você é o personal trainer que ela buscava

Depois do contato inicial entre o futuro aluno e o personal é hora de você mostrar o seu diferencial. Agora sim cabe fazer toda a sua propaganda pessoal.

Como muitos dos alunos que se matriculam em academias não buscam por um serviço de personal trainer, é hora de mostrar que o seu serviço é necessário e vai potencializar os resultados que a pessoa já teria ao malhar sem um acompanhamento personalizado.

Durante as conversas nessa etapa é interessante que o personal mostre ao futuro cliente todo o seu conhecimento sobre o assunto, ou seja, os treinos. Conte a essa pessoa, com exemplos, do que você é capaz.

Não economize em exemplos de trabalhos que fez anteriormente. Capriche nos clientes satisfeitos e não economize na hora de exibir seu portfólio de atendimentos, além de contar em detalhes suas especializações e casos de sucesso.

Os clientes, mesmo quando muito convencidos de que precisam de um serviço, tendem a adiar a decisão o máximo que consigam, para negociar ofertas que tornem o pagamento menor.

Por isso, mesmo que a conversa tenha sido extremamente produtiva e o cliente tenha gostado de seus serviços, é provável que ele venha a argumentar que valor está muito acima de suas posses e que naquele momento não pode pagar o que você está cobrando.

Para evitar as objeções, ou mesmo rebatê-las, é importante esclarecer muito bem o serviço que você executa, deixando claro os seus diferenciais frente à concorrência, ressaltando todos os seus resultados.

Ao conhecer o que você faz e como você é um dos melhores de sua área, o cliente dificilmente se oporá a contratar um serviço, muito menos justificando uma eventual negativa com os valores cobrados.

Negocie para fechar contrato

O último passo na venda dos serviços de personal trainer envolve a negociação com o potencial cliente. Depois de vencidas todas as resistências, é hora de falar em valores, e não em preço.

Aliás, valor e preço são pontos muito diferentes e que merecem ser tratados com bastante cuidado. O preço é um ponto sim a ser negociado, afinal o cliente pode considerar seu serviço caro.

Contudo, é o valor que vai mostrar que o preço que você está cobrando é justo e se encaixa exatamente com o que você está prometendo. É o mesmo pensamento de uma peça de grife.

Quem conhece a qualidade do produto está disposto a pagar um valor maior, mesmo sabendo que existem outros mais baratos, mas sem a mesma qualidade. Não pensa em economizar, aceita o preço.

Com o seu serviço o raciocínio precisa ser o mesmo. O cliente, conhecendo a qualidade do seu atendimento, está disposto a pagar mais caro para ter aquilo que você está oferecendo.

Ou pelo menos pagar por um valor que pode ser maior do que a concorrência cobra, mas tendo acesso a um serviço de qualidade.

Mostre que você sabe fazer o que vende

Por fim, na hora de vender seus serviços de personal trainer, é preciso mostrar ao cliente que você entende daquilo que está vendendo. Isso é possível apenas se ele lhe “vir” em ação.

Isso significa que ele precisa te ver malhando. Então, não economize. Malhe na academia, no parque, em qualquer lugar onde potenciais clientes possam lhe ver.

É para essas pessoas que você está vendendo seu trabalho, são elas que precisam ser convencidas de que você entende daquilo que oferece. E não se esqueça também  de fazer propaganda de si mesmo.

O marketing pessoal é uma ferramenta poderosa quando se trata de vender habilidades e conquistar pessoas e clientes. Então, para vender os seus serviços, esteja sempre presente, dentro e fora das redes.

Interagir com pessoas na internet, mostrar suas habilidades e oferecer aulas grátis pode ser uma boa pedida para quem está tentando aumentar sua cartela de clientes.

Com essas dicas, você vai conquistar cada vez mais alunos.

Deixe uma resposta